Robin van Håland

Foto: Instagram/Haland

Há alguns meses vários e vários holofotes tem se virado para o garoto Erling Braut Haaland. Eu mesmo sou um dos perseguidores árduos àqueles que caçam promessas antes destas sequer virarem promessas, mas verdade é que no caso de Haaland a situação chega a ser insustentável para que não se evitem comparações. Desde antes daquele mundial sub-20 já dava pra se notar muita coisa diferente naquele jogador. Para quem não se lembra da ocasião, o jovem atacante, que na época tinha 18 anos, marcou nove dos doze gols marcados pela Noruega sobre Honduras na Copa do Mundo Sub-20.

Desde então, no Red Bull Salzburg, o americano Jesse Marsch compactou um 4-2-3-1 para que seus pontas flutuassem bastante e ficassem à disposição para servir o enorme centro-avante, que desde cedo foi bom voleador e cabeceador. O esquema não apenas deu certo para o time (que vive um momento histórico), mas também para o jogador.

Dito e feito, Haaland ganhou mais peso e passou a ser comparado com um daqueles ídolos que certamente qualquer atacante quer ser comparado, principalmente sendo um conterrâneo seu – Ole Gunnar Solskjær, antigamente conhecido como The Baby Faced Assassin, o que ainda dá pra se considerar de Haland.

via GIPHY

Não há só uma coisa que impressiona no estilo de jogo de Haaland. Sua capacidade de sprint em médias/longas distâncias, puxando a bola de forma meio desordenada, seu drible curto e seu chute colocado não podem relembrar nenhum outro jogador senão Robin van Persie. As características são bem fortes e a realidade assusta. Assim como o holandês, Haaland tem uma facilidade enorme de escape da ponta direita – puxando para dentro e chutando – assim como jogando um pouco mais recuado (apesar de sua altura).

Já nesta edição de UEFA Champions League, o norueguês tem 6 gols em seus 3 primeiros jogos na edição do torneio, sendo dois contra o Napoli e um contra o Liverpool. Seu cartão de visitas, desta forma, já está mais que mostrado. Logo em sua primeira partida marcou 3 gols em 45 minutos de jogo.

O jovem atacante ainda é tabelado em 12,00 M € em valor de mercado (de acordo com o Transfermarkt), porém sua valorização será tão exponencial que o valor atual deve ser praticamente ignorado. É ambidestro e tem uma chegada fenomenal como pivô e chutando de primeira da altura do garrafão. Haaland merece ser exaltado pelo que vem fazendo e ser colocado como um prospect a camisa 9 moderno, sem sombra de dúvidas.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*