Mudanças bruscas de cenário

Mudanças bruscas de cenário

12/02/2019 0 Por Gabriel Andrea

Há pouco mais de 2 meses era possível “desenhar” um desfecho para os jogos da fase de 32 avos de final da esperada Champions. Hoje, momentos antes da bola rolar pra valer, praticamente todo aquele cenário se alterou. Esse é o nosso imprevisível futebol.

Me lembro bem das minhas apostas na época. Alguns dos peixes grandes passavam por maus momentos com seus treinadores e já podiam ser dados como menos favoritos nos duelos de mata-mata. Naturalmente e em decorrência do dinamismo do futebol, muitas dessas previsões até mudaram de lado, como era esperado.

Além da janela de inverno europeu – que já se fechou – o encaixe em algumas das equipes presentes na fase atual do torneio é notável em comparação com meses atrás. Na época do sorteio, me lembro que cravei City, Atletico, PSG, BVB, Barcelona, Porto, Madrid e Liverpool na próxima fase. Hoje, em outro cenário, minhas apostas viraram do avesso. Vamos às análises:

ROMA X PORTO

Mesmo colada nos quatro primeiros do Calcio, a Roma alterna bons e maus momentos com Di Francesco. Essa montanha russa vem dando o que falar no país da bota e não passa confiança nem aos mais fiéis torcedores Giallorossi. Os garotos Zaniolo e Kluivert vem sendo os grandes destaques recentes do time italiano e devem novamente assumir o meio-de-campo da equipe na noite de hoje. Os experientes De Rossi, Kolarov e Dzeko são os pontos de equilíbrio da Roma em cada posição dentro das quatro linhas. A defesa do time, porém, vem sendo extremamente criticada por vir sofrendo muitos gols. Há duas semanas, para se ter ideia, a Roma tomou incríveis 7 a 1 para a Fiorentina na Coppa Italia, o que deu uma bela abalada no time e os eliminou do torneio nacional.

O Porto vive um momento espetacular na Primeira Liga. Com um ponto a mais que o Benfica, a equipe de Sérgio Conceição lidera o campeonato de forma isolada. O time tem quatro brasileiros apresentando altíssimo nível técnico nesta temporada: Militão, Alex Telles, Otávio e Tiquinho Soares. Para enfrentar a Roma, o time da casa não terá Marega e Corona, peças fundamentais da equipe portuguesa. Lá atrás eu cravei o Porto como favorito. Hoje, mantenho minha opinião.

– Aposta: Porto

Getty Images

MANCHESTER UNITED X PSG

Com toda certeza é o jogo mais esperado desta terça-feira. É também o que mais sofreu com reviravoltas de todos os lados nesse hiato de mais de dois meses sem a competição intercontinental. Se em dezembro do ano passado o time parisiense era o pleno favorito para o confronto (talvez o time mais favorito para avançar entre todos os jogos), hoje há quem crave o time inglês na frente. Para a primeira partida, em Old Trafford, o PSG não terá dois de seus jogadores mais importantes: Cavani e Neymar Jr. Além deles, mais dois considerados titulares não foram confirmados por Thomas Tuchel: Meunier e Verratti.

O pior cenário para o PSG não se passa apenas pelas lesões de seus principais materiais humanos. Se deve justamente graças ao momento inacreditável de transição pelo qual passou o Manchester United e o praticamente coloca como o favorito do duelo.

No momento do sorteio, para ser possível ter um parâmetro, José Mourinho era o treinador do United, Fellaini era uma peça “fundamental” do elenco, Pogba e Martial passavam por maus lençóis e o time era uma chacota em nível nacional. Agora, sob o comando de Ole Gunnar Solskjær, os Devils estão há onze jogos sem saber o que é perder e, mais importante que isso, tem uma cara, um espírito vencedor que não era visto com o manager português.

Do outro lado, a equipe de Paris vive uma pressão intensa por melhores trabalhos na Champions League, já que nada de braçadas largas (como de costume) na Ligue 1. Tenho uma curiosidade à parte para ver como Mbappé atuará sem as duas referências de ataque ao seu lado e como vai se virar no mesmo lado de Shaw (isso se não for o camisa 9 do time). Será, pra mim, o jogo referência dessa fase.

– Aposta: Manchester United

Getty Images

TOTTENHAM X DORTMUND

É, com toda certeza, o jogo de maior equilíbrio das oitavas de final. Seria muito mais atrativo não fossem as diversas lesões nas duas equipes. Marco Reus, Paco Alcacer, Julian Weigl and Lukasz Piszczek são desfalques confirmados na equipe alemã, enquanto Harry Kane, Vincent Janssen, Dele Alli e Ben Davies são ausências garantidas nos Spurs.

Será um clash interessante já no primeiro jogo, de mando do Tottenham, em Wembley. Buscando o resultado em casa, a aposta de ataque de Mauricio Pochettino tem tudo para ficar por conta do sul-coreano Son. A solidez defensiva do Tottenham esbarrará no efetivo ataque do time da muralha amarela.

Por parte do Borussia, o garoto inglês Sancho vem forte na Bundesliga – do qual o Dortmund lidera – e vai puxar os contra-ataques do time alemão junto a Gotze e Pulisic.

– Aposta: Dortmund

Getty Images

AJAX X REAL MADRID

É outro jogo que merece um destaque, mas não pelo confronto propriamente dito. A chamada vai para o momento das duas equipes. Na data do sorteio, o time madrilenho não vinha bem e era uma incógnita mesmo para avançar às quartas. Hoje, sob novo comando técnico, as previsões são animadoras para Los Blancos.

Depois que Solari assumiu o time, o desempenho da equipe melhorou consideravelmente e coincidiu com a boa presença de Vinícius Junior no ataque no Real Madrid. Além dele, Benzema voltou a ser decisivo e contou também com uma ascensão imensa de Casemiro e Modric (que retomou a boa fase do final do ano passado). Lá atrás, Marcelo também melhorou seu desempenho defensivo e a zaga do Madrid já não passa mais por desconfianças.

O Ajax ocupa hoje a segunda colocação da Eredivisie, e vem fazendo um trabalho constante com Erik ten Hag. Tem ao menos uma boa referência por posição, começando pela defesa. Joia da base do clube, De Ligt mantem-se como capitão do Ajax e passa uma segurança incrível para a equipe holandesa lá atrás. No meio-de-campo, o já vendido para o Barcelona Frenkie de Jong, continua sendo um box-to-box de muita qualidade. No ataque brilham David Neres e Luke de Jong, dois jogadores que vivem fases espetaculares e podem desequilibrar em partidas de maior peso.

Não acredito, entretanto, que os holandeses darão tanto trabalho ao time espanhol mesmo em seu terrítório. Mesmo que o Ajax tenha um elenco superior àquele finalista de Europa League há menos de dois anos, ainda é improvável vê-los passando por cima de um adversário do nível técnico do Madrid.

– Aposta: Real Madrid

Getty Images

LYON X BARCELONA

Mesmo com a boa superioridade do Barcelona, não deve ser um jogo fácil para o time catalão. O quarteto de ataque do Lyon, que tem Fekir, Depay, Traoré e Dembelé merece um acompanhamento especial. O time francês, que vem de seis vitórias seguidas em seu campeonato nacional – entre elas uma sobre o PSG – não deve tirar o pé em seus domínios.

O Barcelona melhorou bastante seu futebol depois que mudanças ocorreram em seu meio-de-campo. Arthur adaptou-se muito bem à equipe e Coutinho finalmente conseguiu encontrar sua melhor posição no ataque Culé para que o time carregado por Messi voltasse à boa fase que teve em meados do ano anterior.

Aposto, inclusive, em uma possibilidade de empate entre os times no Parc OL. Será interessante seguir também a boa e “marcadora” dupla de volantes da equipe francesa, composta por Aouar e Ndombele, e como esta reagirá aos poderosos contra-ataques do time catalão.

– Aposta: Barcelona

Getty Images

LIVERPOOL X BAYERN

Para mim, a partida mais imprevisível das oitavas. O Liverpool, que vivia um momento marcante na Premier League há menos de duas semanas, deu uma balançada e chegou a perder a liderança do campeonato inglês para o Manchester City depois de dezenas de jogos ocupando a primeira colocação da liga.

A efetividade do ataque do time inglês cruzará com a boa defesa alemã do Bayern, que tem Kimmich, Hummels, Boateng e Alaba como uma verdadeira barreira há mais de dois anos. Mesmo com a equipe da Baviera passando por uma recuperação no campeonato alemão, acredito num embate marcante e definido nos detalhes desde a “primeira perna” disputada em Anfield.

Prevejo um Liverpool bastante agressivo jogando em casa, forçando o time alemão a se fechar e apostar nos contra-ataques. A disputa pela possessão da bola será outro fator interessante, já que é característica das duas equipes lutar por ela. A grande aposta bávara continua por conta do polonês e artilheiro Robert Lewandowski, que tem o maior número de gols do Bayern na temporada.

– Aposta: Liverpool

Getty Images

ATLETICO DE MADRID X JUVENTUS

Outro jogo bem interessante para acompanhar. O popular “retranqueiro” Simeone baterá de frente com um time que gosta muito de ter a bola. Com Cristiano Ronaldo numa excelente fase e marcando gols em todas as partidas, o treinador do time espanhol deve apostar todas as suas fichas em uma defesa muito compacta e uma saída de bola rápida e efetiva em direção ao ataque.

Mesmo vindo de derrota no derby local contra o Real Madrid, o Atleti segue em um momento interessante na temporada. O time mantém a mesma tradição de ser uma equipe que leva poucos gols, já que possui o recordista de clean sheets na temporada, Oblak, além de uma zaga bastante respeitada com os uruguaios Godín e Gimezes.

A Juve segue embaladíssima na primeira colocação do Calcio e tem um meio-campo bem regular para ser uma de suas armas contra os espanhois. Pjanic, Khedira e Matuidi são três volantes bastante versáteis e sempre aparecem na grande área como elementos surpresa quando têm a oportunidade. O confronto desses meias com Saul e Partey será muito interessante de se ver.

– Aposta: Juventus

Getty Images

SCHALKE 04 X MAN CITY

É, no papel, o confronto mais “desigual” dessa fase. Se o Schalke passa por uma inconstância tremenda da Bundesliga, onde é o atual 14º colocado, o time do norte da Inglaterra vive uma ascensão impressionante na temporada. O time de Gelsenkirchen tem como o camisa 10 Nabil Bentaleb, talentoso meia argelino e ex-jogador do Tottenham. Fora ele, a zaga vive momentos bem ruins na liga e pode ser um fator preponderante contra um ataque fortíssimo como é o dos Citizens.

O time de Pep Guardiola vem dando o que falar em territórios ingleses e vem de uma humilhante vitória por 6 a 0 contra o Chelsea, o que bota ainda mais medo aos alemães. Sergio Aguero, atacante argentino que passa por um período marcante, tem tudo pra ser o jogador chave no ataque do City, que ainda tem a inteligência tática de Fernandinho e Gundogan, além da qualidade técnica inacreditável de De Bruyne e Bernardo Silva para acompanhar Sterling e Aguero lá na frente.

Mesmo em território alemão, não seria improvável uma vitória fácil do time inglês jogando fora de casa. Creio num “modus operandi” de ataque fora do padrão aplicado por Guardiola na liga inglesa graças à fragilidade defensiva dos alemães.

– Aposta: Manchester City

Getty Images